quinta-feira, 28 de junho de 2012

Medos


Medos
(Por Li Barbosa)

Medo da solidão,
Medo da traição,
Medo de viajar de avião,
Medo do cirurgião,
Do dentista então...

Medo de falar em público,
Só de pensar, sinto o rosto rubrico!
Medo de dirigir automóvel!
Isso me deixa imóvel!

Meu Deus quanto medo!
Será que sou indefeso?

Ah, deixa de bobagem!
A vida ta de sacanagem,
Isso me parece auto-sabotagem!
Vim ao mundo em missão de coragem!

Ah, quer saber?
Vou programar uma viagem...
Vou de avião para Milão!

Dirigindo meu carrão
Vou conhecer esse mundão,
Contemplando a paisagem.

Vou naquela festa
Lá na casa do poeta,
Minha poesia é a predileta
Vou recitar pra tanta gente!
Até o Jabor vai estar presente!

Enterro todos os medos,
Viver com pavor?
Ora faça-me o favor!
Fantasmas saiam do armário,
Vou mudar este cenário!

Medo de viver?
Ah, Quer saber?
Eu sei me defender!
Dá licença que vou viver!



Escrito em: 28/06/12