quarta-feira, 11 de julho de 2012

Corpo sem Massa




Site dessa imagem
  



Site dessa imagem



 

Corpo sem Massa
(Por Li Barbosa)

Numa cortina de fumaça
Não sei se fumaça ou neblina
A visão embaça.

Ouço um lindo som sereno,
Diferente de tudo o que é terreno.
Parece algo angelical...
Fora do normal!

Olho através da neblina
Derrepente! Eis que surge um sinal!
Vejo algo anormal!

Fecho os olhos temente,
Sinto aproximar-se lentamente,
Olho novamente...
E vejo um corpo sem massa,
Aproxima-se e me abraça...

Eu antes temente,
Agora me vejo sorridente!
A cortina de fumaça evapora
Um campo verdejante surge agora...

O ser me olhou e sorriu...
O campo em flores se abriu!
O som angelical prosseguiu.

Olhei-me e já não era normal,
Corpo sem massa! Agora sou igual!
Caminhamos entre flores...
Num regozijar de amores.


Escrito em: 28/06/12